segunda-feira, 11 de maio de 2015

Cenas daqui | nº 30


Salada de dente de leão (ou piçacám - não sei como se escreve -, segundo os italianos do Sul do Brasil).

Quando criança, íamos com meu pai no meio do mato colher esta salada, mas a gente colhia com a raiz, que é uma delícia para quem gosta de saladas amargas.

Fiquei surpresa quando vi a venda no mercado aqui!

quarta-feira, 6 de maio de 2015

6 on 6 Canada | Primavera!



A primavera aqui em Regina é assim (pres'tenção!):

A primeira faz TCHAM:

21 de abril de 2015


A segunda faz TCHUM:

28 de abril de 2015


E TCHAM, TCHAM, TCHAM, TCHAM!

05 de maio de 2015 - Wascana Park

Se você não ficar atento, quando ver já estará tudo verde e nem saberás como foi que aconteceu! Verdade verdadeira! É questão de dias: esquentou, deu uma chuvinha? Sai de casa e começa a admirar a mágica chamada primavera: tudo começa a brotar lindamente, como algo que você nunca tinha visto antes!

Eu fico encantada ao ver os primeiros pontinhos verdes aparecendo, tanto nas árvores como nos gramados. E depois? Ah, depois a gente nem sequer lembra que estava -40 graus e tudo branquinho há poucas semanas atrás!

Mas o que ninguém conta...


... é que o glamour daquela neve branquinha e chiquérrima do inverno vira um lamaçal por umas 3 ou 4 semanas, dependendo da quantidade de neve que caiu no inverno. A cidade inteira (incluindo ruas, carros, sapatos) fica marrom, literalmente.
Desde que vivenciamos nossa primeira primavera aqui, em 2013, a gente fala que esta é a realidade não mostrada nas reportagens sobre o lado de cá(nadá!).

Mas é só o lamaçal ser absorvido pela terra, que a magia começa e tudo vira alegria: as pessoas usam roupas mais leves e vão para os parques, as calefações são colocadas em off até outubro, os gansos e outros pássaros retornam da longa viagem e começa a contagem regressiva para as férias de verão.

"E pra não dizer(em) que não falei das flores..." (parece que estou meio saudosista hoje!)

Algumas delas simplesmente surgem igual pipoca, da noite para o dia, como estas perto da janela da nossa casa:


E as tulipas... ah, as tulipas! Um sonho ver os jardins lindamente enfeitados com tulipas vermelhas, amarelas, vinho (you name it!)...



O mais curioso de tudo é que as tulipas são plantadas uma vez na vida e são as primeiras a brotarem após o inverno, assim simples, sem ninguém fazer nada além de deixá-las surgir e admirar suas lindas cores! E é bom admirar assim que surgem os primeiros botões, porque elas não duram a primavera toda.

Agora dá uma conferida como é a primavera em outras partes do Canadá:



#vidanagringa | Lana [Edmonton, Alberta]
Colorida Vida | Ana Paula [Vancouver, British Columbia]
Gaby no Canadá | Gaby [Toronto, Ontario]
Like a New Home | Adriane [Ottawa, Ontario]
Na Terra da Lua Virada | Lidia [Montreal, Québec]




...
>> 1992 gente! Duas lâminas? Nos dias de hoje isso é piada! ;)
>> O mapa lindo indicando onde cada uma de nós mora no Canadá foi feito pela Gaby e tenho certeza que você já o viu antes no blog dela e no blog das outras blogueiras participantes do projeto 6 on 6 Canada (só eu quem ainda não tinha usado?).

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Cenas daqui | nº 29


Toalhinhas!

Vendidas em quadradinhos ou bolinhas achatadas, pouco maiores que uma moeda de 1 Real. Quando molhadas viram uma toalha de pano comum, como as que conhecemos.

[Esta eu comprei só para mostrar aqui no blog e já usamos há um bom tempo.]

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Moradia em Regina: onde procurar casa para alugar e termos importantes

Quando alguém escreve para mim pedindo sugestões de websites para procurar casa para alugar aqui em Regina (geralmente gente que já tem certeza que vai vir para cá, mas ainda está no Brasil), eu caridosamente respondo, porque no instante em que leio o email lembro do golpe em que poderíamos ter caído antes de vir para cá.

Os meses (ou semanas ou dias) que antecedem a vinda são cansativos, pois temos muitas coisas para resolver no Brasil e ainda precisamos achar um local bom para morar e que atenda nossas necessidades e caiba no nosso orçamento. O fato de não conhecer a cidade, não dominar a língua e não entender o mercado imobiliário local faz com que fiquemos à mercê de pessoas honestas e desonestas.

Como eu contei aqui, é muito fácil cair num golpe. Estávamos dormindo pouco na época, muitas dúvidas e muitas perguntas sem resposta ao mesmo tempo - e os golpistas sabem de tudo isso, por isso criam os anúncios falsos e ganham muito dinheiro.

Depois do acontecido, resolvemos alugar uma suíte por um mês (era um pouco mais cara que hotel, mas não queríamos judiar do nosso gatinho fazendo-o ficar num quarto por 30 dias + o medo de as camareiras abrirem a porta e o gato sumir).

Como chegamos no dia 31 de agosto e a suíte era para o mês de setembro, ficamos a primeira noite num hotel.

Suítes são apartamentos mobiliados e há várias opções pela cidade neste estilo. Optamos pela Six Three Suites e ficamos nesta suíte aqui por um mês (era a única disponível):



Aqui em Regina, o período mais difícil de conseguir um bom local para morar é em agosto, pois o ano letivo começa em setembro.

No primeiro mês tudo era novidade e não conhecíamos ninguém para nos dar dicas. Tivemos que aprender desde onde era a parada de ônibus para ir à universidade até em qual mercado podíamos comprar legumes... não foi fácil. Estudávamos o dia inteiro, em horários diferentes. À noite, cansados, fazíamos o zilhão de atividades do curso de inglês para o dia seguinte e nos revezávamos para olhar os anúncios de aluguel no notepad. Visitamos alguns lugares que não gostamos, outros eram muito caros para o nosso orçamento. Na época (2012), Regina estava com pouca oferta e muita procura de imóveis. Resultado: aluguel caríssimo.
Encontramos uma casa perto da universidade, num bairro ótimo! Mas só poderíamos nos mudar na metade de outubro. A moça das suítes - gente boníssima, nos ajudou muito e teve muita paciência com nosso inglês basicão - conseguiu nos locar outra suíte em frente à praça central, onde ficamos mais duas semanas até a mudança para a casa (não achei a suíte no site, mas era muito boa também).

Minha opinião: eu faria tudo isso de novo (exceto o hotel na primeira noite, se tivesse opção de ir direto para a suíte), pois ficamos num lugar confortável, bem centralizado - o que nos proporcionou conhecer vários locais e serviços a pé e ir para a universidade em 15 minutos de ônibus -, e os 30 dias foram suficientes para irmos pessoalmente aos locais anunciados e decidir onde queríamos morar. 

Hoje já conhecemos alguns outros websites que oferecem casas para alugar, pois sabemos fazer buscas online que antes não sabíamos (certos termos de pesquisa, por exemplo).


ALGUMAS DICAS PARA QUEM QUER ALUGAR CASA PARA MORAR EM REGINA:

  1. Lembre que não nos responsabilizamos pelos contatos feitos a partir das dicas abaixo. Estas são dicas baseadas na nossa experiência e é o que tenho dito para as pessoas que me procuram pedindo ajuda no quesito aluguel em Regina.
  2. Use o Google.ca, pois o Google.com.br não mostra os mesmo resultados.
  3. Foi bom para nós ficar em uma suíte por um mês para visitar pessoalmente os locais anunciados e escolher um local para uma locação mais longa.
  4. "Se é bom demais, até o santo desconfia." Lembre deste ditado para evitar ciladas.
  5. Bairro bom é algo relativo. Vai depender das suas necessidades, principalmente. Quando chegamos, queríamos algo bem perto da universidade pois não tínhamos carro e preferíamos ir a pé. Consulte o mapa e identifique os principais locais para você e sua família.
  6. Se você tem filhos, saiba que as crianças frequentarão a escola do bairro onde vocês irão morar - e isso faz com que alguns aluguéis sejam mais caros que outros.
  7. Alguns sites para procurar casas para alugar (alerta: nunca usamos os sites citados e não nos responsabilizamos pelas buscas feitas neles):


Termos importantes ao ler os anúncios de aluguel:

"2 bed, 1 bath": os anúncios costumam dizer quantos quartos e quantos banheiros tem na casa e casas mais antigas costumam ter 3 ou 4 quartos (há muitas construções novas em Regina e hoje é possível encontrar casas de um quarto facilmente).

"1.5 bathrooms": um banheiro completo, com banheira ou chuveiro, e outro com pia e vaso sanitário apenas.

"one year lease": alguns proprietários só alugam com o mínimo de um ano de contrato (por isso acho arriscado alugar um lugar sem conhecer por tanto tempo); poucos alugam mês a mês.

"security deposit" ou "damage deposit": a maioria pede o valor de um aluguel como depósito de segurança que é devolvido quando o contrato terminar (se não for renovado e se não for necessário usar o valor para reparos).

"pet friendly": geralmente há indicação no anúncio se animais são aceitos na casa (tenho visto restrição de no máximo dois gatos ou dois cachorros pequenos).

"fee per pet": o proprietário pode cobrar uma taxa por animal, que não é devolvida (e é cobrada apenas uma vez). Nós pagamos CAD$ 250 na primeira casa que alugamos.

"utilities": é comum ter alguns serviços incluídos no aluguel, como água, luz, gás e internet. Compare o valor de locais com e sem as utilities para decidir o que é melhor. O proprietário da primeira casa baixou o valor do aluguel para nós com a condição de que nós pagássemos as utilities - pode ser uma boa opção ou não, dependendo do ajuste.

"appliances": geralmente as casas são equipadas com fogão, geladeira, máquinas de lavar e secar (em prédios geralmente usa-se a lavanderia comum no subsolo e geralmente paga-se por uso - coin-operated), microondas e lava louças (menos comum, mas tem). Todas as casas aqui tem calefação (heat) e algumas tem ar condicionado (super útil no verão, dependendo da posição da casa).

"furnished": algumas casas são locadas mobiliadas (nossa primeira casa era assim e foi ótimo para nós que não precisamos gastar com móveis na chegada - demoramos um tempo para nos habituar aos gostos de outra pessoa e para chamar a casa de lar, mas valeu).

"for rent by owner": aqui é muito comum as locações serem oferecidas e gerenciadas pelos próprios proprietários, por isso é muito comum encontrar anúncios nos sites gratuitos como kijiji e usedregina. 

"townhouse": construções típicas daqui onde várias moradias são aglomeradas num único grande prédio (modelo abaixo):

(fonte)

"condo": região com várias casas ou townhouses feitas pela mesma construtora, como se fosse um condomínio, mas aberto.

"main floor": se um anúncio disser que a casa é no piso principal, grandes chances há de que o basement (ver próxima palavra) é alugado para outras pessoas, ou seja, a casa não será privilégio seu, nem o pátio.

"basement": popularmente conhecido como porão, no Brasil. A diferença é que os basements localizam-se debaixo da terra, literalmente, e seu propósito na América do Norte é a segurança em caso de tornados. Aqui é bem comum as famílias locarem os basements para ganhar um dinheiro extra e há novas construções sendo feitas sem basement. As janelas dos basements são pequenas, porque a altura da parede da janela para baixo fica sob a terra. É comum encontrar basements para alugar que foram totalmente renovados e são até bem bonitos.

"private entrance": Se alugar um basement é sua opção no momento, por ser mais barato, talvez você queira se certificar de que há uma entrada privada para você. Nas casas mais antigas pode ser que você tenha que entrar pela entrada principal do proprietário ou do morador do main floor.

"apartment": menos comum em Regina, mas há novas construções somente de prédios com apartamentos (é o progresso chegando na cidade!).

"parking spot": para mim é muito estranho ainda um local com tanto frio e tanta neve não construir garagens como padrão. Algumas moradias possuem apenas um local definido para estacionar (na frente ou nos fundos da casa), com ou sem energia elétrica para plugar o carro no inverno. Outras moradias não possuem local definido e o morador tem que estacionar na rua, em frente à casa ou perto de casa.

"balcony": sacada.

"back yard": pátio nos fundos da casa - são geralmente bem grandes e pode ser um item importante para quem tem crianças pequenas.

"soft water": é uma novidade por aqui e confesso que um sonho de consumo aqui em casa. Não sei como chamam no Brasil, mas soft water é um processo que facilita a limpeza feita com água e menos produtos químicos e deixa a pele e o cabelo super macios. Quem já tomou banho de rio sabe do que estou falando. Quem não faz a menor ideia, pode ler mais aqui. Chamou minha atenção que algumas locações estão oferecendo soft water no pacote!

"home insurance": não sei se é obrigatório, mas é recomendado ter seguro das suas coisas (o primeiro proprietário nos obrigou a fazer). O dono da casa faz o seguro do imóvel, mas nossos móveis e eletrônicos não estão sob a cobertura do imóvel, por isso é importante fazer um seguro adicional. Quando nos mudamos, mudamos o endereço e a cobertura passou para a próxima residência.

"ready for": os proprietários anunciam a data a partir de quando o imóvel vai estar disponível para mudança, pois sabem de antemão se os moradores atuais vão renovar o contrato ou não.

"references required": referências aqui servem como contrato no fio do bigode de antigamente. Acredito ser negociável se você está chegando no Canadá agora e já vi pedirem matrícula da universidade como comprovante. Nós conseguimos o primeiro aluguel com a referência da moça da suíte, que pouco nos conhecia, mas tinha como comprovar que pagamos em dia. O proprietário da primeira casa serviu de referência para alugarmos a segunda casa*.


Uma última dica, útil para encontrar moradia por região: PadMapper > cada geotag te leva para o local onde o anúncio foi publicado, mostrando todos os detalhes e fotografias, e permite o uso de filtros onde você pode determinar valores, número de quartos e banheiros e outros detalhes mais específicos.


Detalhe para o PadMapper com locais para alugar em Regina hoje (print screen acima): o semestre de inverno acabou há duas semanas, muita gente volta para seus países em abril/maio e a maioria dos alunos não estuda no verão = o que significa muitas opções para escolher. Não espere ver tantas opções em julho e agosto, muito menos em setembro!



O post ficou muito mais completo do que tinha idealizado antes de escrevê-lo e isso me deixa feliz, porque eu adoraria ter tido a oportunidade de saber estas coisas quando chegamos, ou antes de virmos para cá. E este é exatamente o objetivo deste blog: servir de referência e ajuda para outras pessoas (por isso não tenho o intuito de promoção do blog, nem blogo com tanta frequência - o blog tem cumprido bem com seu papel do jeitinho que ele é!).


Se eu encontrar outros termos importantes, os adicionarei na listagem acima.



...

>> *Nossa segunda casa, a que estamos morando hoje, alugamos por indicação de um dos meus professores do ESL e foi um achado, principalmente porque ele nos conhecia e conhecia a proprietária que faz tudo o que é preciso para que a casa esteja sempre em excelentes condições para morarmos!
Este é outro ponto importante: se puder conhecer o proprietário, melhor. Certos locais podem ser baratos mas virar uma dor de cabeça sem fim se o zelador não der a mínima para tuas solicitações.

>> Nas duas casas onde moramos, nunca gastamos com consertos de qualquer espécie, sempre feitos e pagos pelos proprietários. Não sei se isso é regra ou sorte.

>> Dica bacana para mobiliar a casa gastando pouco ou nada: na primavera e no verão, visite garages sale (já comprei coisas novas por preços baixíssimos), fique de olho nas lixeiras (não, isso não é piada) e visite o site usedregina, tab free, com frequência!

Translate